Translate

sábado, 15 de outubro de 2016

CHATOS E BURROS

 
Até essa última semana, eu acreditava sinceramente que as redes sociais tinham como "principal" intuito a aproximação e a facilitação de as pessoas poderem interagir a distância..., mas como disse: até essa última semana.
Quando eu lia ou assistia alguma publicação, que divulgava, expunha e/ou incentivava; ainda que por descuido ou sarcasticamente; um conceito de limitação, intolerância, ignorância, burrice...; até me dava o trabalho de disponibilizar um pouco de atenção, para ver até onde ia a ideia.
Quando noto uma preocupação em promover discussões respeitosas, sadias, pensadas a respeito de assuntos sérios e que podem fazer a diferença me dedico não só a ler, mas compartilho na rede social de origem e em tantas quantas tenho conta.
Mas na última semana percebi que existem "seres", que confundem uma coisa com a outra e tratam assuntos sérios, demonstrando total despreparo e "ignorância"; (falta de conhecimento, mesmo); ou que querem se valer de meia dúzia de palavras rebuscadas e intolerantes para tratar assuntos cômicos ou de um cotidiano simples e despretensioso em formar qualquer tipo de opinião. 
A questão é que não me interesso em manter pessoas assim como amigos, colegas, conhecidos, seguidores ou ter qualquer relacionamento mesmo à distância...
Quero sim ter amigos e compartilhar ideias, mas quero ter relacionamentos positivos, descontraídos e que possam gerar evolução intelectual ou de humor.
Aos "CHATOS e BURROS" de plantão: hasta la vista babys!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário